Óleo de Marrocos: novas considerações

No dia 21 de fevereiro, postei por aqui as minhas primeiras impressões sobre a linha de hidratação OM – Óleo de Marrocos, da Yenzah. Hoje, então, venho atualizar vocês sobre algumas novas coisinhas.

Como falei na postagem do dia 21, essa linha de hidratação HIDRATA MESMO. Tipo muito, muito, muito. Mas, como também observei, não sei como essa linha vai se comportar em cabelos oleosos, porque é uma hidratação super intensiva, mas o que venho lhes dizer agora é que meu cabelo está caindo absurdamente. Ele já caía um bocado pelo chão da casa. Isso é algo pouco desejável, mas ele não caía numa quantidade que me fizesse achar que não fosse saudável (afinal, cabelos caem mesmo!). Mas ele caía muito pouco na hora do banho, o suficiente para eu precisar catar todos os fios após cada banho, mas nada que me deixasse em alerta.

Comecei a tomar Oenobiol Magnifique, para tentar estacionar a queda dos cabelos que formavam uma nuvem de pelos pelo chão de casa, mas nem deu para saber se funciona, porque, agora, meu cabelo cai de um jeito que eu mais pareço que vou ficar careca.

Não sei se isso é um efeito dos produtos da Yenzah ou se, de repente, é um efeito contrário do Oenobiol (vai saber, né!?). O fato é que usei o xampu e o condicionador somente na primeira semana e, desde então, resolvi suspender o uso. O cabelo continua caindo bastante e estou aqui observando diariamente qualquer mudança, mesmo que discreta.

De toda sorte, tornei a usar a máscara de hidratação deixando-a longe da raiz dos meus cabelos. A hidratação intensa permanece, mas confesso que ela fica ainda mais intensa quando os três produtos são usados em conjunto.

Tirei umas fotos, há algum tempo, pra vocês verem. As duas primeiras são logo após a primeira hidratação, considerando o uso dos 3 produtos (xampu, condicionador e máscara de tratamento):

Esta outra foi tirada agora há pouco, depois de eu ter retornado ao uso diário do Tresemmé Reconstrução e força, tendo dado mais uma hidratação com a máscara da Yenzah:

Nas duas primeiras fotos, não reparem o cabelo mais marcado, mas é porque o calor às vezes também chega ao 15º andar e, por isso, eu taco logo uma super piranha para prender as madeixas.

Se você sofre com queda excessiva de cabelos, sugiro que procure um dermatologista para vocês conversarem sobre uma solução ou uma forma saudável de controle. Estou à procura de um(a) bom(a) dermatologista aqui no Recife (que aceite planos de saúde, preferencialmente!), para ver isso dos cabelos e outras tantas coisas de pele. A gente brinca, brinca, brinca e acaba esquecendo que a pele é um dos órgãos do corpo humano, né? :( Damos atenção aos rins, ao coração, aos pulmões, mas esquecemos que a pele também merece cuidados mais que especiais. Esfoliação, hidratação e proteção contra raios solares não são meras futilidades, mas questões de saúde para as quais precisamos estar mais do que atentos.

Anúncios

OM: Óleo de Marrocos e a salvação da lavoura

Se eu fosse uma pessoa religiosa, agradeceria a Deus diariamente por ter um cabelo “tranquilo”. Se a gente pode dividir os cabelos do mundo entre “bons” e “ruins”, os meus estariam no grupo dos “bons”, muito embora eu não goste muito de classificá-los assim, porque algumas pessoas podem entender que cabelos crespos, por exemplo, são “ruins”, sem sê-los.

Mas o esquema é o seguinte: tenho muito cabelo, mas meu cabelo é muito fino. Isso faz com que às vezes o pobrecito acorde super Gisele Bündchen, mas também super Einstein, dependendo do dia.

Por esse motivo, resolvi, depois de 1 ano e meio sem química, dar-lhes uma escova inteligente, da mais leve possível, porque eu detesto cabelo super liso (em mim, ok?). O que eu queria, fazendo uma inteligente, era só domar o frizz e, por consequência, deixar os cabelos com um balanço mais natural, sem precisar da ajuda do secador – porque, convenhamos, nada pior do que um secador no juízo da pessoa!

Daí eu fiz a danada da inteligente e meus cabelos voltaram a andar soltos pela cidade. Só que, com a inteligente, vem a necessidade de usar uma linha de xampu e condicionador sem sal. Por isso, meu amado Tresemmé Reconstrução e Força precisou ser deixado de lado, para não acelerar a perda do efeito da inteligente. Pesquisei, então, uma solução em conta para a manutenção do “alisamento” e li excelentes avaliações sobre o Seda Pós-alisamento químico. Corri ao supermercado, comprei o xampu, o condicionador e a máscara de tratamento. Na primeira lavagem, puro amor. Na segunda, na terceira e na quarta, ódio profundo ao ressecamento dos fios. Shorey, como diz um amigo meu.

Então estava eu dando aquele passeio pelo Shopping Boa Vista, quando resolvi entrar em uma loja de cosméticos localizada no 1º andar, sobre as Lojas Americanas. Logo na vitrine, vários potes azuis dos mais diversos tamanhos sorriam para mim. Os preços não eram tão atrativos quanto os de uma outra hidratação que eu adoro, mas resolvi entrar na loja e ver de perto.

Eu sou meio frouxa quando a pessoa joga o papo de que “nenhuma cliente jamais reclamou do produto”, sabe? Acabo sempre dando voto de confiança e, dessa vez, não foi diferente. Eu ia trazer só a máscara de tratamento (1kg) para casa, por R$ 69,90, mas fui convencida e trouxe o combo promocional, com xampu (1 litro) + condicionador (1 litro) + máscara de tratamento (1kg), por R$ 159,90. (Comprando isoladamente, xampu e condicionador de 1 litro saíam por R$ 59,90 e R$ 69,90, respectivamente.)

Juro a vocês: minha mãe só usa hidratação dessas top de linha, porque o cabelo dela é pra lá de lascado com tinturas e mais tinturas. Volta e meia, claro, eu dou aquela arregada nas hidratações dela, mas nenhuma, juro a vocês, nenhuma foi tão boa no meu cabelo quanto essa da Yenzah. Poxa! Meu cabelo ficou tão macio, tão leve e tão brilhoso, que mais parecia que tinha acabado de sair de uma escova inteligente (já faz 20 dias que fiz a minha). Ficou tipo perfeito-lindão mesmo.

Não sei como esse tratamento funcionará em cabelos oleosos, porque é tipo hidratação SUPER INTENSA mesmo, sabe? Mas, nos meus cabelos, que são normais, foi tipo só sucesso.

Tirei umas fotos da consistência dos produtos para mostrar a vocês:

O xampu é bem fluido e do tipo perolado. Tirei duas fotos para tentar mostrar bem a fluidez dele.

O condicionador é bem cremoso, mas não chega a ser muito denso. Achei super legal, porque eu confesso não gostar muito de condicionadores ralos, porque dão a impressão de zero hidratação, né?

A máscara de hidratação é bem espessa. A consistência me lembra à de um doce de leite feito com leite condensado, sabe? Daqueles da Moça que são vendidos em supermercados. Bem denso, mas bem cremoso. Puro deleite.

O cheiro dos três produtos é bem suave, mas não deixa os cabelos cheirosíssimos. Esse é um ponto negativo, para mim, porque eu basicamente compro xampu pelo cheiro. Sou daquelas que adoram quando alguém solta as madeixas e o cheiro de limpeza invade o recinto, sabe?! <3

As três fórmulas são sem sal e prometem hidratação imediata. Nos meus cabelos, cumpriram. <3 Recomendo demais, mas, se você achar que o preço fica salgado, dá para se juntar com a amiga, a irmã, a mãe, a tia, a vizinha, enfim, dá para encontrar alguma interessada em fazer o rá-rá do $$ e do produto, né? ;)

A marca tem outras opções sem ser essas gigantescas de 1 litro e 1kg. Acho que a máscara de hidratação em embalagem menor custa uns R$ 40, em média, e acho que tem 300g. Como você não precisa aplicar uma quantidade super generosa e a orientação da Yenzah é de uma aplicação semanal, 300g ou 1kg vão render horrores.

E aí, pessoas? Vocês já usaram esses produtos? Quais os produtos que estão na cabeleira de vocês? :)

*No momento em que vos escrevo, meu cabelo está naquele aspecto “Oi, eu preciso ser lavado mais uma vez”, mas prometo tirar uma foto dele e compartilhar logo, logo!

Resolvi incluir, de última hora, duas fotos em que dá para ver o meu cabelo. Na primeira, o cabelo está ao natural, sem secador e sem química, mas num dia em que ele acordou pagando de bacana. Na outra, o cabelo já com a inteligente, mas para vocês verem que a minha ideia é, realmente, deixá-lo tranquilinho, sem a necessidade de usar o secador para sair de casa. ;)

Eu sou essa cabeça grande à esquerda.

Eu sou essa cabeça grande à esquerda.

Notem que a inteligente, em mim, é algo super natural, porque eu não uso secador! Se eu usar, o cabelo fica lambidão :(

Notem que a inteligente, em mim, é algo super natural, porque eu não uso secador! Se eu usar, o cabelo fica lambidão :(